Untitled

Notícia do Jornal de Notícias: A decisão da Câmara Municipal de Lisboa (CML) de adiar o realojamento das 17 famílias de etnia cigana que vivem em barracas de madeira na Travessa do Pardal, na Ajuda, levou ontem o vereador do PS, Vasco Franco, a acusar a autarquia de estar a “ceder a um caso gritante e inaceitável de discriminação social”.

Untitled

Notícia do Público [Internacional]: O Governo espanhol solicitou ontem formalmente o apoio das autoridades de Marrocos para travar os fluxos imigratórios ilegais perante a avalanche de 550 imigrantes que chegaram às praias de Tarifa, na Andaluzia, e à ilha de Fuertaventura, no arquipélago das Canárias. Com as detenções de ontem são já 15985 os marroquinos, magrebinos e sub-sarianos interceptados nos primeiros dez meses deste ano.

Untitled

Notícia do Público: No dia em que toma posse o novo director do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), o presidente do sindicato dos funcionários de investigação, Gonçalo Rodrigues, não poupa críticas ao Governo, acusando os seus responsáveis de se quererem promover à custa das questões relacionadas com a imigração. E nem sequer poupa o ministro da Defesa, Paulo Portas, de quem diz estar a imiscuir-se numa matéria que não lhe diz respeito.

Untitled

Notícia do Diário de Notícias: O tráfico de seres humanos é o negócio mais lucrativo e menos perigoso da actualidade. E as sanções são muito inferiores às do tráfico de armas ou droga. São palavras de Frederic Larsson, chefe da missão ucraniana da Organização Internacional das Migrações (OIM), num debate em Lisboa sobre imigração de Leste. Portugal será o quarto país de acolhimento, com 150 mil ucranianos, números três vezes superiores aos anunciados pelas autoridades portuguesas.

Untitled

Notícia do Jornal de Notícias: “Quando se diz que não vem mais um imigrante para Portugal, está a esconder-se a imigração debaixo do tapete”, disse o sociólogo Rui Pena Pires, em Lisboa, no decurso de uma conferência em que criticou as quotas para a imigração, previstas na lei vigente. Segundo o docente do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE), “é preciso cuidado quando se utiliza um sistema de quotas, porque pode criar na opinião pública a ideia de que a imigração está descontrolada”. Rui Pena Pires considera a situação normal e defendeu que a crise económica dos últimos anos foi o principal regulador dos fluxos migratórios (chegaram a Portugal menos imigrantes). Para o professor do ISCTE “a regulação da procura é que vai regular a imigração” e que “a única hipótese de controlar fluxos migratórios é gerir a procura em Portugal”.

Untitled

Notícia do Público: Apenas 16 por cento dos imigrantes de Leste que se encontram em Portugal fazem tenção de permanecer no país. De acordo com um inquérito realizado em 2002, cujos resultados preliminares foram ontem divulgados numa conferência realizada na Fundação Calouste Gulbenkian, a maioria dos estrangeiros eslavos pretende regressar a casa ou, simplesmente, migrar para outro país.

Untitled

Notícia do Diário de Notícias: O Alto Comissariado para a Imigração e Minorias Étnicas (ACIME) apresentou ontem o resultado da restruturação do site na Internet, agora com uma vertente de perguntas e respostas. Com o endereço www.acime.pt, a página será apresentada em português, inglês e russo e permitirá que qualquer cidadão envie notícias e esclareça as suas dúvidas.

O ACIME apresentou também uma nova publicação “Meios jurídicos de combate ao racismo”, destinada a associações, organizações não governamentais e particulares interessados nas leis da imigração.