Untitled

Notícia do Público (Internacional) : Paris Saint-Germain, o clube que não quer mais adeptos nas bancadas devido à violência entre as suas claques.“Futebol não é violência”, canta o rapper brasileiro Gabriel O Pensador no “Rap das torcidas”. Mas a realidade não pára de o contrariar. A morte de um adepto do Paris Saint-Germain é o episódio mais recente de uma longa história de ódio entre claques do clube parisiense. Identificado apenas como Yann L., de 37 anos, foi espancado a 28 de Fevereiro. Esteve largas semanas em coma, até que os médicos, perdida a esperança, decidiram desligar o ventilador na segunda-feira. Desde sexta-feira que tinha sido declarada a morte cerebral.

SOS Racismo

Organização sem fins lucrativos que combate o racismo na sociedade portuguesa. Tem como principais objetivos promover a reflexão, denunciar e intervir com vista a uma sociedade que respeita a igualdade de direitos para tod@s, sem discriminações.