Untitled

Notícia do Público, Portugal Diário e Diário de Notícias: Os imigrantes “não estão só numa relação de dependência em Portugal: têm iniciativa, experiência, podem contribuir positivamente para o desenvolvimento da economia” nacional, disse António Vaz Pinto, Alto Comissário para a Imigração, reiterando que o “reconhecimento das habilitações e competências [dos imigrantes] tem de ser facilitado”, bem como os processos de reunificação familiar.

O coordenador do Observatório da Imigração, Roberto Carneiro, seguiu a mesma linha. Lembrando que “cerca de 5 por cento do PIB nacional é suportado pela imigração”, frisou que “não cresceríamos como crescemos em termos económicos se não fosse” esse fenómeno.

“Os imigrantes têm que deixar de vir à deriva para Portugal, sujeitos a máfias e sindicatos que traficam pessoas nas condições mais indignas”, sublinhou Roberto Carneiro, referindo o facto de o sistema de quotas utilizado em Portugal e na Europa estar desactualizado, face às necessidades empresariais de cada país.

SOS Racismo

Organização sem fins lucrativos que combate o racismo na sociedade portuguesa. Tem como principais objetivos promover a reflexão, denunciar e intervir com vista a uma sociedade que respeita a igualdade de direitos para tod@s, sem discriminações.