Untitled

Notícia do Jornal de Notícias, Correio da Manhã, Portugal Diário e Público: A Polícia Judiciária, através da Direcção Central de Investigação dp Tráfico de Estupefacientes (DCITE), está “preocupada” com a escalada de mortes de “correios” da cocaína em Portugal, a operarem a soldo de redes internacionais que, nas últimas semanas, começaram a utilizar as novas rotas da Costa Ocidental Africana, apurou o JN. A última vítima conhecida foi um cidadão guineense, de 36 anos, radicado em Portugal que, anteontem, morreu no seu domicílio, na Damaia, Amadora, depois de ter desembarcado há três dias no Aeroporto da Portela, num voo proveniente de Dakar, transportando, no seu corpo, 90 bolotas com um quilo de cocaína. A autópsia, no Instituto de Medicina Legal, revelou que uma das bolotas rebentou, libertando para o organismo uma dose concentrada de cocaína, que ditou a sua morte por overdose.

SOS Racismo

Organização sem fins lucrativos que combate o racismo na sociedade portuguesa. Tem como principais objetivos promover a reflexão, denunciar e intervir com vista a uma sociedade que respeita a igualdade de direitos para tod@s, sem discriminações.