Untitled

Notícia do Diário de Notícias: As vítimas de tráfico de seres humanos vão ter direito imediato a residência temporária em Portugal, dispondo de 30 a 60 dias para decidir se querem colaborar com as autoridades de investigação criminal. O acolhimento pode prolongar-se até um ano, com planos pessoais de integração. Estas são algumas das medidas do Plano Nacional Contra o Tráfico de Seres Humanos elaborado pelo Governo e cuja consulta pública termina hoje. Nesse projecto, que coloca a exploração laboral no mesmo patamar da sexual, anuncia-se também um combate cerrado às empresas ilegais que empreguem pessoas traficadas.

SOS Racismo

Organização sem fins lucrativos que combate o racismo na sociedade portuguesa. Tem como principais objetivos promover a reflexão, denunciar e intervir com vista a uma sociedade que respeita a igualdade de direitos para tod@s, sem discriminações.