Untitled

Notícia do Primeiro de Janeiro: O alto-comissário das Nações Unidas para os Refugiados denunciou a falta de apoio e atenção aos refugiados no Mundo, lembrando que o medo de ataques terroristas piorou as condições de asilo em diversos países. À BBC, para assinalar o Dia Mundial dos Refugiados, ontem, António Guterres disse que “a comunidade internacional não está atenta à questão dos refugiados e não está a prestar o apoio necessário”. De acordo com o chefe do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados e antigo primeiro-ministro português, o “medo de ataques terroristas piorou as condições para as pessoas que procuram asilo em diversos países”, tendo algumas nações “restringido a imigração ao ponto dos refugiados serem excluídos”. “Há países onde, especialmente depois dos atentados de 11 de Setembro de 2001, a apreensão em relação aos refugiados e deslocados aumentou, e eu penso que é importante dizer e repetir que os refugiados não são terroristas, são as primeiras vítimas do terror”, sublinhou António Guterres, no sul do Sudão, onde acompanhou a situação dos refugiados nesta zona.

SOS Racismo

Organização sem fins lucrativos que combate o racismo na sociedade portuguesa. Tem como principais objetivos promover a reflexão, denunciar e intervir com vista a uma sociedade que respeita a igualdade de direitos para tod@s, sem discriminações.