Untitled

Notícia do Público: O advogado do líder nacionalista Mário Machado, José Manuel Castro, alegou hoje em tribunal que o Ministério Público não provou os factos imputados ao seu constituinte, apontando várias “lacunas” à acusação, a cargo da procuradora Cândida Vilar.No âmbito das alegações finais do julgamento em que Mário Machado é acusado, nomeadamente, do crime de discriminação racial, a decorrer no Tribunal Criminal de Lisboa, em Monsanto, José Manuel Castro pediu a absolvição do seu cliente, alegando falta de provas e afirmando que “o Ministério Público demonstrou lacunas na acusação”.

SOS Racismo

Organização sem fins lucrativos que combate o racismo na sociedade portuguesa. Tem como principais objetivos promover a reflexão, denunciar e intervir com vista a uma sociedade que respeita a igualdade de direitos para tod@s, sem discriminações.