Untitled

Notícia do Correio da Manhã (Internacional): Cerca de 650 imigrantes chegaram esta sexta-feira à ilha italiana de Lampedusa, sul da Sicília, em três embarcações, oriundos da costa africana.
Duas das embarcações, localizadas quando estavam com dificuldades no canal da Sicília, foram socorridas pela marinha italiana e a terceira chegou pelos próprios meios à ilha italiana.

Untitled

Notícia do Jornal de Notícias: Mais de cem pessoas marcharam pela paz nas ruas da Apelação, em Loures. A iniciativa foi organizada pela Igreja Kimbanguista – que tem sede nacional na Quinta da Fonte – com o apoio de outras associações do bairro.

Untitled

Notícia do Diário Digital (Internacional): O governo espanhol aprovou hoje um relatório sobre a reforma da lei da Imigração, que prevê limitar o reagrupamento dos ascendentes de imigrantes residentes em Espanha e agrava as sanções por infracções neste domínio.

Untitled

Artigo de opinião do Destak: Estima-se que sejam entre 40 e 60 mil os ciganos portugueses, mas ninguém sabe dizer ao certo, nem mesmo Rosário Carneiro, que preside ao grupo da Subcomissão da Igualdade de Oportunidades e Famílias da Assembleia da República, encarregue de elaborar um relatório sobre a situação desta etnia no nosso país.

Untitled

Notícia da Lusa: A crise financeira e económica está a provocar na Europa “abandonos significativos de imigrantes” e vai “potenciar o aumento das migrações irregulares”, afirmou hoje o presidente da Fundação Gulbenkian. Rui Vilar, que falava na sessão de entrega da segunda edição do prémio Empreendedor Imigrante atribuído pela Plataforma Imigração, destacou que a crise financeira e económica, “a uma escala sem precedentes, terá consequências inevitáveis no agravamento das dificuldades sentidas por segmentos mais frágeis da população”, nomeadamente, os imigrantes.

Untitled

Notícia do Correio da Manhã: Um dos arguidos no julgamento dos 70 crimes de auxílio à imigração ilegal e falsificação de documentos admitiu, esta quinta-feira, ter assinado contratos de trabalho falsos a troco de grandes quantias de dinheiro, no Tribunal de São João Novo, Porto.

Untitled

Notícia do Jornal de Notícias: Um professor de música de Santarém esta quarta-feira notificado de uma contra-ordenação determinada pelo Alto Comissariado para a Imigração e o Diálogo Intercultural e pela Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial na sequência de uma denúncia de xenofobia. O professor, que lecciona na EB 2,3 Mem Ramires, em Santarém, disse à agência Lusa que não foi ouvido no âmbito deste processo e que vai contestar a contra-ordenação, que propõe uma multa equivalente a um ordenado mínimo nacional.