Untitled

Notícia do Jornal de Notícia e Diário Digital: 9 de Março é a data da deportação para os Açores da família Moura, residente em Toronto desde 2001, segundo ordem do Ministério da Imigração do Canadá. Constituída por seis elementos, a família encontra-se em situação ilegal – falta de documentação – desde que chegou ao país.

Untitled

Notícia do Jornal de Notícia: Uma cidadã portuguesa, de 50 anos, residente em Vila Real, foi identificada, anteontem, ao final da tarde, por suspeita da prática do crime de lenocínio. Na sequência da mesma investigação, levada a cabo pela Polícia Judiciária, foram detidas duas cidadãs estrangeiras ilegais, de 28 e 30 anos de idade, que serão, hoje, presentes a tribunal. Três outras mulhereXs foram identificadas. Alegadamente, as mulhereXs pagariam uma percentagem dos lucros à mulher portuguesa, a proprietária da casa.

Untitled

Notícia do Correio da Manhã e Portugal Diário: A família Moura viu a esperança morrer na tarde do dia 27. Carlos, Sónia, ilegais no Canadá há seis anos, e os seus quatro filhos devem deixar aquele país no dia 9 deste mês, num voo directo para os Açores. Todas as tentativas para permanecerem no Canadá foram por água abaixo terça-feira, depois de uma reunião com os responsáveis pela Imigração em que foi debatida a legalização do casal. Os advogados da família vão apresentar um derradeiro recurso, com base na doença de Sónia.

Untitled

Notícia do Correio da Manhã: A PJ de Leiria já deteve dois dos implicados no homicídio do ourives da Bajouca – a brasileira e o condutor do carro usado na fuga. O autor das facadas e dos tiros fatais, também brasileiro, continua a monte. As imagens do sistema de videovigilância publicadas pelo CM foram “preciosas” para os investigadores.

Untitled

Artigo de Opinião de Armando Esteves Pereira no Correio da Manhã: No documentário ‘Lisboetas’, de Sérgio Trefaut, uma imigrante de Leste contava maravilhas de Portugal, mas queixava-se de que a educação neste País era uma desgraça. Os pais das 18 vítimas da rotação de seis professores em seis meses no primeiro ano de uma escola de Leça da Palmeira devem pensar muito pior do que isso do sistema de ensino português.

Untitled

Notícia do Correio da Manhã: João Paulo veio do Brasil tentar a sorte. Em Portugal teve um filho e iniciou namoro com uma imigrante de Leste. Mas o caminho dele cruzou-se com o de Maria das Dores. Suspeita-se que, a pedido dela, lhe matou o marido. O seu sonho sempre foi seguir o destino da família. Casar, rodear-se de filhos, arranjar um bom emprego e criar a sua prole na Europa. Quase conseguiu. Não fosse Maria das Dores, detida em Tires por suspeita de ter encomendado a morte do marido Paulo Cruz, ter-se atravessado no seu caminho no último Verão. Se assim não tivesse sido, João Paulo de Carvalho e Silva, de 26 anos, não estaria certamente detido como alegado autor material do crime.

Untitled

Notícia do Diário de Notícias: A nova via que irá ligar a Amadora ao IC19 passará pelos terrenos onde hoje se situa o bairro clandestino do Alto da Damaia, à Reboleira. O objectivo é que esta nova via possa ser uma alternativa ao congestionamento do trânsito que actualmente tem de passar pelo Borel com destino a Lisboa ou a Sintra. (…) Segundo a autarquia, foram identificadas 78 casas que deverão ser demolidas. Dessas, de acordo com o comandante da Polícia Municipal da Amadora, Pinheiro dos Santos, 55 poderão ser destruídas “a qualquer momento”, uma vez que o respectivo processo está concluído. Os restantes casos estão a ser acompanhados por um grupo de técnicos da Segurança Social. É que, nos últimos dias, contaram ao DN, algumas das casas abarracadas que estavam vazias foram novamente ocupadas por cidadãos que esperam conseguir ludibriar as autoridades. (…) Neste momento, está a ser feito um levantamento porta a porta para actualizar os dados da autarquia. Todas as casas vazias que pertençam a agregados que não estejam recenseados no PER (Programa Especial de Realojamento) serão demolidas. “Este procedimento está a ser excessivamente empolado. Todos os dias temos situações destas em diversos bairros.