Untitled

Artigo de Opinião no Público (Miguel Vale de Almeida e Marisa Matias): Há que denunciar a hipocrisia das políticas de imigração e nacionalidade que têm vigorado em Portugal. Meio milhão de imigrantes contribuem para a economia do país, ocupando postos de trabalho que os portugueses se recusam a ocupar. Esta situação propiciou formas de exploração que são indignas duma democracia e que só serão ultrapassadas com um verdadeiro e completo processo de responsabilização dos que exploram o trabalho imigrante.

Untitled

Notícia do Público: O Ministério da Educação (ME) quer introduzir no sistema educativo o Português como língua não materna, a pensar na inclusão dos alunos estrangeiros que não sabem o idioma. O primeiro passo já foi dado: a descentralização do procedimento de equivalências de estudos entre o que as crianças estrangeiras aprenderam nos seus países de origem e o sistema português.

Untitled

Notícia do Público e Correio da Manhã: Câmara de Odivelas celebrou ontem o arranque da construção da primeira urbanização municipal destinada ao realojamento de famílias do concelho inscritas no Programa Especial de Realojamento (PER). O novo empreendimento, localizado na localidade de Arroja, terá numa primeira fase 64 fogos de habitação a custos controlados, distribuídos por quatro edifícios a construir de raiz. Custou 3,25 milhões de euros e, segundo a autarquia, deverá ficar pronto a habitar em 2008.

Untitled

Notícia do Jornal de Notícias (Internacional): O Governo italiano está preocupado com o súbito aumento do número de imigrantes clandestinos vindos de Marrocos, que passaram de uma percentagem de 2,4 do totalpara 32,4, segundo os números divulgados pelo ministério do Interior italiano.