Untitled

Notícia do Público, do Diário de Notícias, do Jornal de Notícias, do Primeiro de Janeiro e do Correio da Manhã: Os imigrantes que estejam a aguardar pela prorrogação do título de permanência em Portugal já poderão beneficiar do subsídio de desemprego. Esta nova medida, forçada por uma tomada de posição da Provedoria da Justiça, poderá vir a abranger uma parte importante dos cerca de 180 mil imigrantes com o título de permanência no país, a maioria dos quais com situações laborais precárias.

Untitled

Notícia do Público: Comunidade cigana de Paços vai ter habitações “etnicamente correctas”. Segundo o arquitecto da edilidade, Paulo Bettencourt, autor do projecto, todo o processo foi acompanhado por discussões permanentes com integrantes da comunidade. O resultado foram casas praticamente sem divisões internas (a não ser os quartos e as casas de banho) e que funcionam, na prática, como módulos. “Um T1 já é construído de maneira a que forme algo maior. Um T0 pode vir a ser um T4 se encaixarmos outros módulos”, disse.

Untitled

Notícia do Primeiro de Janeiro: A Câmara de Famalicão adquiriu um terreno onde vai construir um edifício para alojar 35 famílias de etnia cigana, com 135 pessoas, anunciou fonte do Município. Com esta medida, “a Câmara resolve quer o problema social das famílias, que vivem em condições desumanas, quer o de urbanismo já que toda a zona vai poder ser requalificada”. A área onde estão implantadas as barracas será utilizada pela Refer através de uma das suas empresas que ali construirá um interface rodo-ferroviário.

Untitled

Notícia do Diário de Notícias: Três dezenas de pessoas, entre crianças e idosos, correm o risco de ficar sem tecto se a Câmara de Almada cumprir o edital, emitido em Agosto, que anuncia a demolição de 12 barracas construídas ilegalmente junto à rotunda da praça Lima de Freitas, no Feijó.