Untitled

Notícia do Jornal de Notícias: Começam hoje as demolições das barracas que se situam numa parcela privada do Bairro Estrela d’África, junto à estação da CP da Damaia, na Amadora. Cumpre-se assim a sentença do tribunal que passados 20 anos restitui o terreno à sua proprietária. A maioria das famílias que ocupavam as construções abarracadas foi já realojada pela Câmara, mas cinco garantem não ter para onde ir.

Untitled

Notícia do Jornal de Notícias: Integrar e realojar famílias ciganas são uma preocupação cada vez maior das autarquias. Para evitar fenómenos de marginalidade e segregação social, projectam-se, em Paços de Ferreira, seis novos edifícios com um particularidade: a comunidade cigana ajudou na sua concepção.

Untitled

Notícia do Diário de Notícias , Jornal de Notícias e Primeiro de Janeiro: O tráfico de seres humanos, controlado por redes transnacionais, tem, anualmente, lucros semelhantes aos do comércio internacional de trigo, venda de petróleo e de fármacos. Com estimativas da ONU, os intervenientes no 2.º Seminário sobre Tráfico de Seres Humanos, realizado no Porto, no quadro dos trabalhos das Nações Unidas, alertaram para a globalização e sofisticação deste crime que também atinge Portugal.

Untitled

Notícia do Diário de Notícias e Primeiro de Janeiro: A duplicação dos imigrantes nos últimos quatro anos, ultrapassando os 450 mil, é apontada como a segunda principal alteração demográfica do País. A primeira é o envelhecimento dos portugueses, seguindo as tendências de outros países europeus. O fluxo migratório vai continuar, com efeitos positivos na evolução demográfica, mas seriam precisos mais 188 mil estrangeiros por ano para se manter a actual relação de dependência da população idosa, já elevada.

Untitled

Notícia do Público, Jornal de Notícias e Primeiro de Janeiro:O Provedor de Justiça recomendou ontem ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) que explique “sempre” aos cidadãos estrangeiros que têm o direito de recorrer a um advogado, quando está em causa a não admissão em território português. Segundo disse à agência Lusa fonte do gabinete de imprensa da Provedoria, esta recomendação surge depois da análise de algumas queixas, que, nalguns casos, “já têm alguns anos”. O SEF deverá ainda obter prova de que esclareceu o cidadão estrangeiro.

Untitled

Notícia do Primeiro de Janeiro: Dados do INE indicam que, a partir de 1983, os valores da fecundidade em Portugal não asseguram a substituição de gerações. Para tal, o índice mínimo deveria estar nos 2,1 filhos por mulher. A média baixou de 3,1 filhos em 1960, para 1,5 em 1999.(…) É com base nas estatísticas demográficas que se chega a previsões como a da acentuada diminuição populacional, cuja solução é o acolhimento de mais imigrantes, porque não se prevê que as mulhereXs portuguesas comecem a ter mais filhos.