Untitled

Notícia do Correio da Manhã:De 26 de Maio, altura em que Portugal suspendeu o Acordo de Schengen, até 27 de Junho, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras recusou a entrada a 4035 cidadãos estrangeiros, de mais de três dezenas de nacionalidades.

Untitled

Notícia do Público[Internacional]:A Universidade de Istambul estabelecera uma série de regras internas, nomeadamente uma circular com data de 23 de Fevereiro de 1998 que rezava assim: “Em virtude da Constituição, da lei e dos regulamentos, e de acordo com a jurisprudência do Supremo Tribunal Administrativo e da Comissão Europeia dos Direitos do Homem e as resoluções dos órgãos universitários, os estudantes cujas “cabeças estejam cobertas” (usando o lenço de cabeça islâmico) e os estudantes (incluindo os estrangeiros) com barbas não serão admitidos nas aulas, práticas e teóricas, bem como nos seminários”.

Untitled

Notícia do Público[Internacional]:”Preta, És Demasiado Escura, És como Um Cão, Nós Queremos Fazer Um Bebé Claro”. Entrevistas a dezenas de mulhereXs nos campos, nas escolas e nos centros de saúde em duas capitais provinciais em Darfur resultam em relatos consistentes com a versão de que os janjawid desencadearam vagas de ataques contra as africanas. As violações parecem corresponder a uma campanha sistemática para humilhar as mulhereXs, os seus maridos e os seus pais, e enfraquecer a linhagem étnica tribal. No Sudão, como em muitas culturas árabes a pertença étnica da criança está associada à do seu pai.