Untitled

Notícia do Público: A associação Respublika acusou anteontem a Câmara Municipal de Lisboa de “xenofobia” por ter fechado uma escola frequentada por crianças russófonas na Travessa de Santa Quitéria, em Lisboa, mas a câmara considera a acusação sem fundamento.

Untitled

Notícia do Público: Lenocínio, auxilio à imigração ilegal, angariação de mão-se-obra ilegal e ofensas à integridade física – estes são alguns dos crimes de que são acusados os proprietários e gerentes de casas de alterne de Bragança, detidos em Fevereiro deste ano, na sequência de uma mega-operação desencadeada pelo Ministério Público (MP).

Untitled

Entervista no Público: Amadeu Recasens i Brunet empenhou-se, ao longo de anos, na análise sócio-jurídica do aparato policial. Doutorado da Universidade de Barcelona, aplicou, desde o Gabinete de Estudos do Ministério da Administração Interna, os seus conhecimentos no desenho do modelo de polícia autonómica da Catalunha. Actualmente, como director da Escola de Polícia da Catalunha, procura preparar agentes capazes de garantir uma segurança democrática aos cidadãos. Para este criminólogo, a globalização que está a acontecer é o que mais provoca a imigração. Aos desafios que os fluxos migratórios provocam, deve responder-se com projectos de inclusão e ajuda aos países de origem, e não com repressão, defende.

Untitled

Notícia do Primeiro de Janeiro: A GNR realizou ontem uma operação de fiscalização à venda ambulante em Angeiras, Matosinhos. Os militares efectuaram dezenas de apreensões e autos. A operação policial decorreu sem incidentes, mas a desilusão tomou conta de dezenas de feirantes e clientes. Os feirantes, maioritariamente de etnia cigana, concentraram-se nas imediações do antigo mercado e não calaram a sua revolta. Lamentaram os poucos lugares disponíveis e frisaram que “Angeiras só é conhecida pela Feira dos Ciganos”, que dizem ser “o supermercado dos pobres”. Alguns clientes, vindos de Paços de Ferreira e Guimarães, deram-lhes razão, afirmando que vinham à feira por não terem posses para ir ao centro comercial.

Untitled

Notícia do jornal de Notícias, Público e Diário de Notícias: O cadáver de um homem encontrado morto, anteontem, num pomar da localidade do Areeiro, na Charneca da Caparica (Almada), poderá ter caído do trem de aterragem de um avião proveniente da Tunísia, disse à agência Lusa fonte policial. A mesma fonte admitiu a possibilidade de se tratar de um passageiro clandestino, que viajava no trem de aterragem de um avião comercial proveniente da Tunísia, o único voo oriundo do Norte de África com destino a Lisboa na madrugada de terça-feira.