Untitled

Notícia do Diário de Notícias: Os cidadãos estrangeiros com autorização de residência em Portugal, cerca de 210 mil, vão ter um documento à prova de falsificação ou contrafacção onde, a médio prazo, podem ser introduzidos num chip sem contacto, dados biométricos, como a cor da íris e a impressão digital.

SOS Racismo

Organização sem fins lucrativos que combate o racismo na sociedade portuguesa. Tem como principais objetivos promover a reflexão, denunciar e intervir com vista a uma sociedade que respeita a igualdade de direitos para tod@s, sem discriminações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *