Untitled

Notícia do Jornal de Notícias: O Governo Civil de Lisboa “decidiu pelo encerramento da Discoteca ‘África Minha'”, situada na estrada velha de Queluz, Amadora, adiantou, ao JN, Eduardo Rosa, vereador da Câmara Municipal da Amadora (CMA), responsável pelas actividades económicas. A decisão satisfaz os moradores da zona, que há muito reivindicam o fecho do estabelecimento, mas não o proprietário, que alega cumprir todas as normas e garante que não há fundamento para a decisão.

Untitled

Notícia do Diário Digital: O imã da Mesquita de Lisboa, sheik David Munir, negou quinta-feira que membros da comunidade islâmica portuguesa financiem grupos terroristas islâmicos. Em declarações à Lusa, o imã da Mesquita de Lisboa assegurou que «nenhuma pessoa veio a Portugal fazer peditório para qualquer financiamento para o terrorismo».

Untitled

Notícia do Jornal de Notícias e Correio da Manhã: A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) encerrou ontem 14 restaurantes chineses por falta de condições de higiene. Numa operação intitulada “Oriente”, que se desenvolveu em todo o país e envolveu 64 brigadas, foram inspeccionados 130 restaurantes chineses e apreendidas duas toneladas e meia de alimentos impróprios para consumo.

Untitled

Notícia do Jornal de Notícias (Internacional): O número de incidentes motivados por racismo em Inglaterra e País de Gales aumentou 12% entre 2004 e 2005, relativamente aos valores apresentados no ano anterior, de acordo com novos valores publicados, ontem, pelo Ministério do Interior. Algumas zonas do país sofreram aumentos acima dos 100%, tendo a subida mais drástica ocorrido na região de Dorset onde as estatísticas apontam para mais 556% de crimes racistas.

Untitled

Notícia do Diário de Notícias (Internacional): Pressionado pela opinião pública americana e confrontado com as divisões dentro do Partido Republicano, o Presidente George W. Bush procurou ontem o apoio do seu homólogo mexicano, Vicente Fox, para um controverso plano de reforma da lei da imigração, que gerou uma vaga de protestos na última semana.

Untitled

Notícia do Diário de Notícias e Jornal de Notícias: É um daqueles casos em que o mal de um – Samuel Eto’o – veio para o bem de todos. A 25 de Fevereiro passado, o avançado camaronês ameaçou abandonar a segunda parte do jogo do Barcelona em Saragoça, devido aos insultos racistas provenientes das bancadas do Estádio La Rosaleda. O episódio de Eto’o a dirigir-se para fora do relvado com o árbitro pela frente a pedir-lhe para regressar chocou não só a Espanha como o mundo e desencadeou uma forte reacção dos organismos que regem o futebol. Ontem, a FIFA fez chegar a todas as federações a sua intransigência: a partir de agora, os actos racistas nos estádios de futebol vão passar a ser punidos com perda de pontos e até descida de divisão para os clubes.

Untitled

Notícia do Correio da Manhã: O Serviço de Informações e Segurança (SIS) detectou em Portugal, no ano passado, um crescimento da actividade de grupos terroristas islâmicos. De acordo com o Relatório Anual de Segurança Interna de 2005, embora não se tenha detectado a existência de células locais de grupos terroristas internacionais, passaram por Portugal diversos suspeitos de envolvimento em “recrutamento e preparação de atentados”. O SIS precisa que parte dos fundos recolhidos em Portugal foram-no através de “donativos de membros das comunidades islâmicas”.

Untitled

Notícia do Correio da Manhã: O Relatório Anual de Segurança Interna de 2005, concluiu que a extrema-direita não é “ameaça global contra o Estado”. Mas é factor de risco para a segurança interna, ao incitarem à violência política e racial. Os neonazis organizam-se em células autónomas clandestinas (com características paramilitares), onde se destacam os Hammerskins. A Extrema-direita continua a infiltrar-se nas claques (agravando a violência planeada) e recruta, pela internet, adeptos cada vez mais jovens.

Untitled

Notícia do Diário de Notícias e Jornal de Notícias: O ministro dos Negócios Estrangeiros, Freitas do Amaral, acha que não estão a ser cumpridas todas as formalidades no repatriamento de emigrantes ilegais do Canadá, dúvida que manifestou ontem antes de viajar para aquele país. Por isso, contratou um advogado especializado na lei da imigração canadiana. E pergunta porque não estão a expulsar os gregos, os espanhóis e os italianos.