Untitled

Notícia do Portugal Diário: O Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras vai manter a greve agendada para Outubro após uma reunião, hoje, no ministério da Administração Interna “interessante” mas “sem soluções”.

Untitled

Notícia do Portugal Diário: Dezenas de pessoas concentraram-se esta sexta-feira no exterior do Estabelecimento Prisional de Coimbra (EPC), onde um detido foi encontrado morto na cela esta manhã, disse à Lusa uma fonte da PSP. A fonte disse que o recluso, de 33 anos, de etnia cigana, ter-se-á suicidado, o que motivou a aglomeração pacífica de familiares à entrada do EPC, junto aos Arcos do Jardim.

Untitled

Notícia do Diário de Notícias: O facto “Aviso: Já onze pessoas foram esfaqueadas, entre a zona do Saldanha e do Corte Inglés, por um árabe.” O texto acima reproduzido é parte de um e-mail que anda a navegar na Internet e que, reenviado de mão em mão, já entrou em milhares de caixas de correspondência dos lisboetas. A história deverá ter uma ponta de verdade, encontrada num incidente verificado na semana passada na zona do Teatro Comuna, mas assim estavam reunidos os ingredientes mínimos necessários para nascer mais um mito urbano…

Untitled

Notícia do Correio da Manhã: Agência imobiliária engana imigrantes. A princípio é só facilidades. Segundo o anúncio, a casa é perfeita e o preço acessível – óptimo negócio. No jornal são proprietários, ao telefone passam a intermediários. Lei não protege clandestinos, vigaristas aproveitam.

Untitled

Notícia do Diário de Notícias e Público (Internacional): A Polícia marroquina está a atacar a tiro as florestas da região de Ceuta e Melilla, onde milhares de imigrantes subsarianos esperam a sua oportunidade para entrar ilegalmente em Espanha. A pressão é tão forte que os líderes dos imigrantes decidiram um ataque em massa à fronteira. Milhares de ilegais tentaram saltar o arame farpado. Pelo menos cinco morreram.

Untitled

Notícia do Jornal de Notícias, do Diário de Notícias e do Público: O Bairro do Fim do Mundo, situado no Vale de Santa Rita, em terrenos da Câmara Municipal de Cascais, é um dos mais antigos bairros de barracas do concelho. Remonta aos finais da década de 60 e inícios dos anos 70 do século passado. O Programa Especial de Realojamento (PER) da Câmara de Cascais já devia estar concluído e, apesar de algumas intervenções, há ainda 178 agregados à espera de casa nova.

Untitled

Notícia do Jornal de Notícias, Diário de Notícias, Correio da Manhã e Público: Dor e revolta apoderaram-se ontem dos habitantes do bairro do Fim do Mundo, no Estoril, que viram desaparecer uma família de seis pessoas, vítimas de um incêndio que deflagrou na barraca onde viviam. A origem do fogo que matou mãe e cinco filhos, entre os quais quatro crianças, ainda não foi explicada, mas a primeira impressão aponta para a ocorrência de um curto-circuito. A Polícia Judiciária está a investigar o caso, que já suscitou críticas à actuação dos bombeiros.

Untitled

Notícia do Portugal Diário, Público e Jornal de Notícias: Seis pessoas morreram esta noite na sequência de um incêndio numa barraca no bairro do Fim do Mundo, em São João do Estoril. A barraca, feita de tijolos, servia de habitação a uma família de seis pessoas composta por uma mãe e cinco filhos menores, que morreram no sinistro. O presidente da Câmara Municipal de Cascais, António Capucho, lamentou hoje a morte de uma mãe e dos seus cinco filhos num incêndio numa barraca do bairro do Fim do Mundo e revelou que esta família estava prestes a ser realojada.

Untitled

Notícia do Público, Diário de Notícias e Jornal de Notícias (Internacional): Perto de mil pessoas tentaram furar fronteira espanhola com Marrocos, envolvendo-se em confrontos com a polícia. As duas vedações cobertas de arame farpado, com três metros de altura, que separam Marrocos do enclave espanhol de Melilla não foram suficientes, nos últimos três dias, para travar a entrada de centenas de imigrantes africanos ilegais em busca do sonho europeu.