Untitled

Notícia do Público: O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) vai constituir um grupo de trabalho que irá elaborar um projecto de Lei Quadro da Imigração. O documento, que será preparado por uma equipa do gabinete jurídico, deverá estar concluído até 26 de Fevereiro, com a finalidade de ser apresentado e aprovado pela tutela.

Untitled

Notícia do Correio da Manhã: Manuela Aguiar, deputada do PSD, ficou chocada ao saber da possibilidade do CDS-PP se opor a um dos pontos da lei da imigração que autoriza a legalização de todos os imigrantes ilegais que descontam para a segurança social e pagam impostos. “Um Governo de matriz cristã e com uma componente social-democrata não pode simplesmente dar o dito por não dito, uma vez que já assumiu publicamente esta medida. Um recuo seria inadmissível”, afirmou a deputada ao comentar essa hipótese.

Untitled

Notícia do Público: Marcelo Rebelo de Sousa acusou ontem, na TVI, o CDS de estar a opor-se à regulamentação da lei da imigração no ponto em que autoriza a legalização de todos os imigrantes ilegais que descontam para a segurança social e pagam impostos. Esta medida já foi, aliás, assumida publicamente pelo Governo. O comentador da TVI acusou ainda o CDS/PP de imitar “LePen no estilo mais primário e obscurantista”, dizendo que seria “imoral para um partido que se diz cristão” ter essa posição que transforma o Estado português num Estado “vigarista” ao receber o dinheiro dos imigrantes e depois expulsá-los do país.

Untitled

Notícia do Diário de Notícias e Diário Digital: Em Portugal, 30% dos 14 mil presos são estrangeiros e representam 99 nacionalidades. Entre os crimes pelos quais foram condenados estão, maioritariamente, o tráfico de droga e a falsificação de documentos. Com as penas de prisão por abusos sexuais também em evidência. Neste retrato da população prisional, o destaque vai para o elevado número de detidos de origem africana – mais de metade -, sendo que o Leste Europeu também está muito representado entre os 4079 reclusos.

Untitled

Notícia do Público: Depois das grandes superfícies e da moda das lojas de marca, os pequenos comerciantes de Beja queixam-se de que têm um novo problema em mãos: a explosão de lojas chinesas na cidade, onde o cliente quase sempre encontra o que quer e a preços ainda mais baixos. Tudo o que se possa imaginar está lá.

Reportagem do Público: Logo pela manhã, quando abrem os estabelecimentos, a clientela amontoa-se à porta, ávida por adquirir quase tudo o que precisa nas inúmeras lojas chinesas que abriram nos últimos meses em Beja. “Aqui vendem de tudo”, diz uma mulher que, à força de encontrões, lá conseguiu entrar num dos estabelecimentos.

Untitled

Notícia do Público [Internacional]: Uma mulher que se apresentou coberta com um véu islâmico foi impedida de entrar, na quinta-feira, numa dependência bancária de Paris. O incidente, considerado como um excesso de zelo por parte da equipa que procedia a uma vigília para fazer cumprir normas de segurança, motivou uma onda de repúdio entre a comunidade muçulmana, a qual se manifestou, principalmente, através da Internet.